Início > Suplementos nutricionais > Estado de humor > Lithium Orotate 125 mg
Lithium Orotate 125 mg

Lithium Orotate 125 mg

90 Cáps. veg.
Suplemento neuroprotetor de lítio (orotato)
  • Ajuda a combater os transtornos do humor.
  • Indicado para combater a doença de Alzheimer.
  • Utilizado para prevenir o declínio cognitivo.
25.00 €
(28.56 US$)
juntar ao cesto
O lítio é um mineral alcalino pertencente à família do sódio e do potássio. Já utilizado na antiguidade para combater as manias, continua a ser prescrito em medicina no tratamento da psicose maníaco depressiva, também designada doença bipolar, onde se revela tremendamente eficaz.

O lítio é também utilizado com êxito nos seguintes casos:
• depressões unipolares recorrentes;
• défices serotoninérgicos que levam a comportamentos compulsivos e toxicomaníacos (ajuda na desabituação do tabado e do álcool;
• edemas e excesso de sódio;
• e exaquecas, para aliviar a dor.

Contudo, as formas "medicamentosas" de lítio (citrato ou carbonato) são de tal modo mal absorvidas que têm de ser tomadas em quantidades elevadas, quase tóxicas, para serem eficazes.

Além disso, em doses elevadas, o lítio propicia a libertação de dopamina e provoca um agravamento do humor; por outro lado, a sua utilização em doses fracas estimula a síntese da serotonina e confere-lhe um efeito antidepressivo, o que é precisamente o caso do orotato de lítio.

O sal de lítio do ácido orótico –orotato de lítio – aumenta significativamente a biodisponibilidade do lítio e permite melhorar em 70 a 80% o humor dos depressivos bipolares.

É ao médico alternativo Hans Nieper que devemos a descoberta, os primeiros estudos e a exploração dos sais "orotato". Na verdade, trata-se de sais minerais do ácido orótico que as plantas e animais utilizam para sintetizar o ADN e o ARN. Nieper, na qualidade de médico, utilizou clinicamente os orotatos nos anos oitenta do século XX, acreditando que a carga neutra destes sais lhes permitia passar mais facilmente através das membranas celulares – uma hipótese que foi mais tarde confirmada cientificamente. De facto, os orotatos apareceram como transportadores de minerais nas células e nos tecidos, permitindo-lhes atingir concentrações muito mais elevadas in situ, mas com doses muito inferiores (até vinte vezes!).

O orotato de lítio conhece outras aplicações: é um neuroprotector e, por essa razão, é muito útil nas patologias neurodegenerativas como a doença de Alzheimer, a doença de Parkinson, e a esclerose múltipla. Estas novas indicações vêm complementar as já visadas por Nieper – como agente anti-enxaquecas, adjuvante no tratamento anti-epilético e auxílio na desabituação alcoólica. Foram também indicados outros efeitos sobre a redução do nível de açúcar no sangue, sobre a estimulação do sistema imunitário e sobre a sua ação antiviral (Herpes simplex).

Este novo orotato de lítio, pela sua simplicidade de utilização, ausência de efeitos secundários e múltiplos aspetos benéficos, é incontestavelmente um suplemento nutricional que vale a pena redescobrir para a preservação do capital saúde.
Dose diária: 2 cápsulas
Nombre de doses par boîte : 45
Quantidade por dose
Lítio (de 250 mg de orotato de lítio) 10 mg
Outros ingredientes: Celulose microcristalina, estearato de magnésio, dióxido de silício.

Adultos. Tomar uma a duas cápsulas vegetais por dia ou seguir as indicações do seu terapeuta.
Cada cápsula vegetal contém 125 mg de orotato de lítio.

Também disponível em Super-Nutrition:

Ácido beta-fenil-gama-aminobutírico
Utilizado na Rússia há mais de 50 anos para aliviar o stress.

39.00 €

60 Cáps. veg.
ruptura temporária
Uma alternativa segura e eficaz às benzodiazepinas

38.00 €

120 ml
Fórmula neuroestimulante com feniletilamina (PEA)

39.00 €

120 Cáps. veg.
Restabelecer e amplificar o desabrochar sentimental e sexual graças à oxitocina

49.00 €

10 ml-10 UI-100 sprays

Artigos consultados recentemente

Gratuito

Obrigado pela sua visita; antes de partir

INSCREVA-SE NO
Club SuperSmart
E beneficie
de vantagens exclusivas:
Continuar as minhas compras